Jesus no Isla – Parte 1 – Especial Ramadan 2008

Leia em http://www.barbarasaleh.com/2008/09/11/jesus-no-isla-parte-1-especial-ramadan-2008/

17 Responses to “Jesus no Isla – Parte 1 – Especial Ramadan 2008”


  1. 1 Adriana 11 de setembro de 2008 às 20:29

    Oi Barbrinha, não sei como falar isso mas vou tentar…Hoje é 11 de setembro e nos lembra daquele atentado com os aviões causado por terroristas…a mídia conta que a pedido de Osama…não entendo bem sobre isso, mas outro dia conversando com um amigo do Cairo ele me disse que não vê Osama como um homem mal…você tem uma visão a respeito disso aí no Egito? Pode falar algo sobre isso?
    beijos.
    Sei que está fora do assunto, mas é que eu tentei postar em outro local e não consegui.

    Barbrinha

    Oi Linda, sem problemas….vc viu o post que fiz?

    Beijos e fiquem com Deus

  2. 2 Fê França 11 de setembro de 2008 às 22:09

    Obrigada, querida, pelas explicações. Como cristã, minhas crenças são diferentes, mas é muito bom saber o que pensam os outros. Grande beijo, Fê.

    Barbrinha

    Oi fe, muito obrigada pelo seu carinho……nos somos diferentes, mas iguais na essencia…..

    Beijos e fiquem com Deus

  3. 3 kalita 11 de setembro de 2008 às 22:33

    Fiquei muda por um momento.Eu como cristã poderia ter duas atitudes: a primeira ser agressiva e dizer: como assim ???
    e a segunda : entender que existen diferenças, muitas como você mesma descreve todos os dias, mas temos o ponto em comum: Deus como nosso Pai, e isso é grande o suficiente pra nos unir…
    O que nos une é maior que nossas diferenças.
    Um super beijo🙂

    Barbrinha

    EH isso ai Kalita, temos diferencas, mas tbem temos muito em comum….e com respeito a gente se entende…..hehehhehehe

    Soh uma coisinha….pra nos muculmanos Deus nao eh Pai….Ele eh o Criador……mas eh o mesmo pra mim e pra vc neh?

    Beijos e fiquem com Deus

  4. 4 juliana 11 de setembro de 2008 às 23:15

    Minha primeira reação foi igual a da Kalita. Como católica, não só porque fui batizada, mas por opção consciente, convicta e praticante, são estranhas (no mínimo!) todas essas diferenças. Mas, respeitando pra ser respeitado! Por isso que esse espaço é incrível!
    Um beijo e fique com Deus (esse é o mesmo!)!

    Barbrinha

    Oi Ju, pois eh temos algumas diferencas, mas eh assim mesmo neh?

    Se fosse tudo igual, seria a mesma religiao……

    O importante vc disse….temos que nos respeitarmos…s.empre……

    Beijos e fiquem com Deus

  5. 5 visitante 12 de setembro de 2008 às 5:22

    Barbrinha, você é xiita ou sunita? E sobre as mesquitas no Brasil, você sabe se são xiitas ou sunitas?

    Gostei muito do seu blog!

  6. 6 visitante 12 de setembro de 2008 às 5:25

    Pergunto porque eu sei que alguns conceitos são diferentes entre esses dois ramos.

    Obrigada!

  7. 7 Jhennifer Cavassola 12 de setembro de 2008 às 9:45

    Amei seu blog, maravilhoso!!
    Li muitas postagens!!
    Estou querendo frequentar uma mesquita aqui no Brasil e quem saber virar muçulmana. Estou lendo o Alcorão e estou amando.
    Obrigada pelo espaço!!

    Salaam Aleikum

    Ramadan Kareem!

    Barbrinha

    Ola Jhennifer….seja muito bem-vinda por aqui…tomem uma xicara de cha com a gente e coma uns biscoitinhos de tamaras……

    O que precisar eh soh pedir……

    Que Deus a guie em senta reta…..

    beijos e fiquem com Ele

  8. 8 Denise Neves Santos 12 de setembro de 2008 às 13:56

    Nós cristao, estamos acostumados com uma religiao global, ou seja, uma religiao que existe em diversos idiomas, paises, culturas diferentes. Deus, God, Dios, Dio, Dieu, Gott, 神… Sao palavras que significam a mesma coisa: deus.

    O isla, nao. Somente agora esta se difundindo por outros paises e culturas. Ou seja, antes, as rezas, etc, eram todas feitas em arabe porque esse era o idioma de todos os praticantes.

    Assim sendo, por que o texto é todo escrito em portugues mas a palavra “deus” nao é traduzida, já que o conceito de deus é o mesmo para todas as religioes monoteistas? Acho que esse conservadorismo na hora de traduzir do árabe para qualquer outro idioma (portugues, ingles) contribui para todos os equívocos existentes hoje.

    Barbrinha

    De, o texto nao eh meu, procurei deixa-lo como esta sem mexer…..eu sempre escrevo Deus e Allah, qdo estou escrevendo em arabe…..Mas ELe eh unico e o mesmo em qualquer religiao…..

    Beijos e fiquem com Deus

    Em portugues, Maomé é Maomé, nao Mohammed. Deus é Deus, e nao Allah. Já é confuso para as pessoas aceitarem conceitos religiosos diferentes, “duplicar” o que já existe só faz com que tudo fique ainda mais confuso…

  9. 9 Juliana 12 de setembro de 2008 às 14:21

    Barbrinha to aki antenada nas suas explicaçoes pelo visto temos mesmo conceitos muito diferentes em relaçao a esse assunto, uma vez que nosso livro sagrado tambem nao é o mesmo fica um cadim dificil de chegarmos a um consenso sobre esse assunto pois o ensinamento é bem diferente. Mas nosso DEUS esta no controle de tudu nao é mesmo?!?!?! e todos nos estamos ligados a Ele somos irmaos =] e voce é uma incrivel irma dimais dimais dimais kkkkk amu amu hehe.
    Temos que respeitar ne !!! e nunca é demais saber o que as outras pessoas pensam quanto a esse assunto. Como Crista pra nos isso é mais que um choque é uma eletricuzação inteira mesmo kkkkkk mas tambem ne Jesus e o amor Dele atravez da crucificação que nos leva ate Deus isso é a raiz da nossa Fé dai ja viu hehe.
    Ó qru que saiba que gosto muito de voce mesmo mesmo mesmo independente de nossas diferenças e temos que mostrar pra todos que é possivel sim vivermos juntos sempre respeitando uns aos outros e cultivar a paz cumprindo o mandamente de de AMAR O PROXIMO COMO A TI MESMO =]

    Bjuuuu Barbrinhaaa e pra todas voces meninas

    Fikem com DEUS !!!!!!

    Barbrinha

    Ju, espero que esteja gostando…..e eh isso ai, temos que conhecer todas as diferencas e respeita-las….

    Beijos e fiquem com Deus

  10. 10 luciana 12 de setembro de 2008 às 15:43

    O que significa “(as)” depois do nome de Jesus?

    Barbrinha

    A Lu ja te respondeu neh?

    Thankssssssss Lu, pela ajuda……valeu!!!!!

    Beijos e fiquem com Deus

  11. 11 Luciana Murta 13 de setembro de 2008 às 1:07

    Oi Luciana.
    Esse “as” significa “alaihi salam”, “que a paz esteja com ele”. Sempre que citamos algum profeta mencionamos essa frase.

    Beijos!

    Luciana.

    Barbrinha

    Lu, muito obrigada pela ajuda aqui no blog…..vcs estao sendo muito importante……

    Beijos e fiquem com Deus

  12. 12 Irís 13 de setembro de 2008 às 1:59

    Assalamu Alaikum Wa Rahmatullahi Wa Barakatuh (que a paz, a misericórdia, e bênçãos de Deus esteja convosco)

    Usamos a palavra ALLAH porque gostamos de falar assim e, não necessariamente que não traduzimos.
    Nós muçulmanos não duplicamos nada, pelo contrário, deixamos tudo mais simples, claro e ÚNICO.
    Eu escrevo tanto Deus como Allah,isto é tão minímo diante da grandeza Dele, basta minha vontade na hora…não sei falar árabe (ainda) mas sempre fiz minhas orações em árabe, quis aprender por achar que deveria ma sei que em português Deus ouviria ela do mesmo jeito, pois para Ele não há línguas estranhas.
    Quanto ao profeta Mohammad (Que a paz de Allah esteja com ele), o nome é dele é simplemente MOHAMMAD.
    No Islamismo chamamos o Profeta Jesus(que a paz esteja com ele) de IssA, e falamos tanto Issa como Jesus, não há questão de tradução.
    Allah é nosso CRIADOR e portanto somos CRIATURAS Dele.

    A Biblia também é um livro sagrado para nós do Islamismo, temos seis crenças:

    Crenças

    O Islão ensina seis crenças principais:

    * A crença em Deus (Allah), único Deus existente;
    * A crença nos Anjos, seres criados por Allah;
    * A crença nos Livros Sagrados, entre os quais se encontram a Torá, os Salmos e o Evangelho. O Alcorão é o derradeiro e completo livro sagrado, constituindo a coletânea dos ensinamentos revelados por Allah ao profeta Mohammad (saaw)
    * A crença em vários profetas enviados à humanidade, dos quais Mohammad é o último;
    * A crença no dia do Julgamento Final, no qual as acções de cada pessoa serão avaliadas;
    * A crença na predestinação: Allah tudo sabe e possui o poder de decidir sobre o que acontece a cada pessoa.

    Os livros sagrados:

    Nós muçulmanos acreditamos que Deus usou profetas para revelar escrituras aos homens. A revelação dada a Moisés foi a Taura (Torá), a David foram dados os Salmos e a Jesus, o Evangelho. Deus foi revelando a sua mensagem em escrituras cada vez mais abrangentes que culminaram com o Alcorão, o derradeiro livro revelado a Muhammad.

    “Ele é Deus e não há outro deus senão Ele, Que conhece o invisível e o visível. Ele é o Clemente, o Misericordioso!

    Ele é Deus e não há outro deus senão Ele. Ele é o Soberano, o Santo, a Paz, o Fiel, o Vigilante, o Poderoso, o Forte, o Grande! Que Deus seja louvado acima dos que os homens Lhe associam!

    Ele é Deus, o Criador, o Inovador, o Formador! Para ele os epítetos mais belos” (59, 22-24).

    AMIN…AMIN…AMIN….

    Amiga / irmã….obrigada pelo agradecimento, mas eu que agradeço sua amizade e irmadade ….sempre que precisar é só falar…”tamos aí”

    Beijos em seu coração…

    Barbrinha

    Salam Iris

    Nossa historia tbem eh um Maktub!!!!!

    Beijos e fiquem com Deus

  13. 13 luciana 13 de setembro de 2008 às 16:52

    Oi, xará,

    Obrigada pela explicação.

  14. 14 visitante 15 de setembro de 2008 às 4:59

    Pôxa! Será que fiz alguma pergunta indiscreta para somente o meu comentário não ter sido respondido?😦

    Barbrinha

    Nao visitante, sua pergunta nao foi indiscreta, eu poderia responde-la com certeza, mas desde que vc usasse dados que fossem seus e nao de outra pessoa, se eh que vc me entende!!!!!

    Fiquem com Deus

  15. 15 visitante 15 de setembro de 2008 às 12:45

    Ok, tudo bem… Mas que fique claro que usei dados (e-mail e url) SEUS para postar o comentário, não de outra pessoa, ou seja, é mais do que claro o intuito (postar em anonimato), visto que é você, principalmente, quem os vê (isso para url, porque para o email, só você tem acesso).

    De qualquer forma, obrigada por dizer o motivo!

    Barbrinha

    Vc pode comentar anominamente quando quiser, ate hj nao bloqueie e nem exclui nenhum comentario que fizeram aqui no blog, o que nao gostei eh que voce tenha usado os MEUS dados para tal.

    Se vc quiser comecar tudo novamente de outra forma, estou aqui para responde-lo(a).

    E vc sera bem-vindo(a), como todos que aqui passam.

    Abracos e fiquem com Deus

  16. 16 visitante 15 de setembro de 2008 às 21:08

    Acho que fez-se uma “tempestade num copo d’água”, mas se você não gostou, peço desculpas.

    Não há necessidade de eu refazer as perguntas; já obtive aquelas informações. Obrigada!

    Barbrinha

    Visitante, agora sim, se vc tivesse comecado desde o comeco com esse e-mail, eu nao faria uma “tempestade num copo d’agua”. Aceito suas desculpas, pq relamente eu nao gostei, mas ja passou, nao tenho nada contra vc, alias, pessoas que teem uma atitude como a sua, de se errar, mas corrigir, eu tenho um carinho especial.

    Seja bem-vinda aqui, tome um chazinho preto coma gente e coma uns biscoitinhos de tamaras.

    Fico feliz que vc ja obteve a informacoes, qualquer coisa, estamos aqui.

    Beijos e fiquem com Deus

  17. 17 Sergio Dias 1 de outubro de 2008 às 16:19

    Bárbara,

    Por favor não me leve à mal, mas leia com atenção o que vc escreveu – na verdade é um trecho extraído de alguma obra – e compare com as mensagens bíblicas sobre Jesus.

    A visão islâmica sobre Jesus é contraditória. Como um profeta menor é, ao mesmo tempo, maior que o Maior? Pq Maomé não ressucitará e Jesus sim?

    Se Jesus não é Salvador, pq ele voltaria para a Terra? Pra quê? Nós cristãos cremos que ele voltará com um propósito: buscar os seus. Isso é lógico.

    Se Ele não morreu, e ressucitará, algo Ele fará: que é salvar pessoas.

    E pra quê um anti-Cristo? Pq não um anti-Maomé, se ele é maior?

    Se há anti-Cristo é pq Jesus Cristo (Ungido de Deus) é maior que Maomé.

    Bárbara:
    respeito sua crença, mas não posso furtar-me em dizer que o islamismo não tem uma construção lógica como a Bíblia. Ela é respondida por ela mesma, ao passo que o Corão não consegue responder nem mesmo a estas básicas questões: se Maomé é maior, pq ele não voltará e sim Jesus? Pq não há salvação no islamismo, uma vez que a paz será experimentada aqui e não na presença de Deus – e este mundo é corrupto?

    Jesus é salvador. É filho de Deus e Deus, subsistindo na mesma pessoa. Mistério de Deus revelado aos homens para que possamos viver com Deus na eternidade e longe da condenação eterna que a terra verá.
    Como vc é uma pessoa aberta, estudiosa, leia mais a bíblia e coloque lado a lado com o Corão. Veja o que cada livro diz e tire suas conclusões.

    Um abraço!

    Barbrinha

    Sergio,

    Seja sempre bem-vindo aqui no blog, tome um cha preto com a gente e coma uns biscoitinhso de tamaras…..

    Infelizmente, eu nao vou fazer essa comparacao……acredito na minha religiao, assim como vc acredita na sua….pra mim esta tudo muito equilibrado……e sei que para vc tbem……

    Respeito a sua e a intencao do blog nao eh a de falar mal e nem criticar nenhuma religiao e sim, mostrar que pode existir paz entre todos nos……

    Abracos e fiquem com Deus


Comments are currently closed.



setembro 2008
D S T Q Q S S
« ago   out »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Mudamos!

Pessoal, o site mudou para casa própria, mas tá tudo lá! É só substituir aí nos seus favoritos o www.barbrinha.wordpress.com por www.barbarasaleh.com!

Os comentários aqui estão fechados, mas o bate-papo continua lá na casa nova. Não deixe de me visitar e participar!

Te vejo lá! Beijos e fiquem com Deus.


%d blogueiros gostam disto: