Diario do Ramadan – 24o dia do jejum – Ramadan 2008

Leia em http://www.barbarasaleh.com/2008/09/25/diario-do-ramadan-24o-dia-do-jejum-ramadan-2008/

10 Responses to “Diario do Ramadan – 24o dia do jejum – Ramadan 2008”


  1. 1 samira 25 de setembro de 2008 às 15:17

    Oi querida!!!
    Hoje vim te trazer um presente,
    Um pouco de poesia. Espero q vc e as pessoas do Blog gostem.
    Alias, tenho um Cd em casa da Leticia Sabatella, em q ela recita apenas poesias arabes. É maravilhoso!!!!! E esse é um dos poemas recitados por ela.

    A HORA DA UNIÃO
    De toda parte chega o segredo de Deus,
    Eis que todos correm desconcertados
    Dele, por quem todas as almas estão sedentas,
    Chega o grito do aguadeiro

    Todos bebem o leite da generosidade divina
    E querem agora conhecer o seio de sua nutriz
    Apartados, anseiam por ver
    O momento do encontro e da união

    A cada nascer do sol oram juntos
    Muçulmanos, cristãos, judeus,
    Abençoado todo aquele em cujo coração
    Ressoa o grito celeste que chama: Vem!

    Limpa teus ouvidos
    E recebe nítida essa voz
    O som do céu chega como um sussurro

    Nào manches teus olhos
    Com a face dos homens
    Vê que chega o imperador da vida eterna

    Se te turvaram os olhos,
    Lava-os com lagrimas,
    Pois nelas encontrarás
    A cura de teus males.

    Acaba de chegar do Egito
    Uma caravana de açúcar
    Já se ouvem os sinos e os passos cansados

    Silêncio!
    Eis que chega o rei para completar o poema.
    (JALAL UD-DIN RUMI)

    Barbrinha

    Vc nao tem ideia do tamanho da minha alegria ao ver essas poesias aqui……….muito obrigada sempre…..

    Beijos e fiquem com Deus

  2. 2 samira 25 de setembro de 2008 às 15:36

    UM POUCO MAIS DE POESIA…….

    “Meu coração é capaz de todas as formas:
    Claustro para o monge,
    Templo para ídolos,
    Pasto para gazelas,
    Caaba para o devoto
    As tábuas da Torá, o Corão
    O Amor é o credo que sustento:
    Para onde quer que se voltem os seus camelos
    O AMOR é ainda meu credo e minha fé”. (IBN ‘ARABI)
    ———————————————————————-
    O QUE NAO SOU…(RUMI)
    Que devo fazer, ó muçulmanos,
    Se já não me reconheço?

    Não sou cristão, nem judeu,
    Nem mago, nem muçulmano
    Não sou do Oriente, nem do Ocidente,
    Nem da terra, nem do mar

    Não venho das estranhas da natureza,
    Nem das estrelas gigantes
    Não sou da terra, nem da água
    Nem do fogo, nem do ar

    Do empíreo não sou,
    Nem do pó deste tapete
    Não sou da tona, nem do fundo,
    Nem do antes, nem do depois

    Nem da Índia, nem da China
    Nem da Bulgária, nem de Saqsin
    Não sou do reino do Iraque
    Nem da terra de Khorassan

    Nem deste mundo, nem do próximo
    Nem do céu, nem do purgatório
    Meu lugar é o não- lugar
    Meu passo é o não –passo

    Não sou corpo, não sou alma
    A alma do Amado possui o que é meu
    Deixei de lado a dualidade
    Vejo os mundos num só

    Procuro o Um, conheço o Um
    Vejo o Um, invoco o Um
    Ele é o primeiro e o Último
    O exterior e o interior
    – Nada existe, senão Ele.
    —————————————————————————————-

    ….Kabir Das-Poeta do norte da India…
    Onde me procuras?
    Estou contigo
    Não nas peregrinaçoes ou nos idolos
    Tampouco na solidão
    Não nos templos ou nas mesquitas
    Tampouco na Caaba ou no Kailash
    Estou contigo ó homem
    Estou contigo
    Não nas preces ou na meditação
    Tampouco no jejum
    Não nos exercícios iogues ou na renúncia
    Tampouco na força vital ou no corpo
    Estou contigo ó homem
    Estou contigo
    Não no espaço etéreo ou no útero da terra
    Tampouco na respiração da respiração
    Procura ardentemente e descobre
    Em um instante único de busca
    Kabir diz: Escuta com atençao!
    Onde está TUA fé, LÁ estou.

    —————————————————————————————

    …Muhiddin Ibn ‘ Arabi
    Meu coraçao abriu-se a todas as formas: ele é pasto para as gazelas e mosteiro para os monges cristãos, é templo dos idolos e a Caaba do peregrino, as tábuas da Torá e o livro do Corão. Eu pratico a religião do amor.
    Qualquer direçao que tomarem as caravanas do amor, lá se encontram minha religião e fé.

    ——————————————————————————————

    A EVOLUÇAO DAS FORMAS – (RUMI)
    Toda forma que vês
    tem seu arquétipo no mundo sem-lugar.
    Se a forma esvanece, não importa,
    permanece o original.

    As belas figuras que viste,
    as sábias palavras que escutaste,
    não te entristeças se pereceram.

    Enquanto a fonte é abundante,
    o rio dá água sem cessar.
    Por que te lamentas se nenhum dos
    dois se detém?

    A alma é a fonte,
    e as coisas criadas, os rios.
    Enquanto a fonte jorra, correm os rios.
    Tira da cabeça todo o pesar
    e sorve aos borbotões a água deste rio.
    Que a água não seca, ela não tem fim.

    Desde que chegaste ao mundo do ser,
    uma escada foi posta diante de ti,
    para que escapasses.
    Primeiro, foste mineral;
    depois, te tornaste planta,
    e mais tarde, animal.
    Como pode ser isto segredo para ti?

    Finalmente foste feito homem,
    com conhecimento, razão e fé.
    Contempla teu corpo; um punhado de pó
    vê quão perfeito se tornou!

    Quando tiveres cumprido tua jornada,
    decerto hás de regressar como anjo;
    depois disso, terás terminado de vez com a terra,
    e tua estação há de ser o céu.

    Passa de novo pela vida angelical,
    entra naquele oceano,
    e que tua gota se torne o mar,
    cem vezes maior que o Mar de Oman.

    Abandona este filho que chamas corpo
    e diz sempre Um; com toda a alma.
    Se teu corpo envelhece, que importa?
    Ainda é fresca tua alma.
    —————————————————————————————–

    RUMI
    Sou medido, ao medir teu amor.
    Sou levado, ao levar teu amor.
    Não posso comer de dia nem dormir de noite.
    Para ser teu amigo
    Tornei-me meu próprio inimigo.

    Barbrinha

    Sao lindas…..pra ler devagar e ficar viajando….deliciaaaaaaaaa…..

    Muito obrigada…….

    Que Deus a abencoe…..

    beijos e fiquem com Deus

  3. 3 Adriana 25 de setembro de 2008 às 15:42

    Oi Barbrinha! Não consegui ver o primeiro video…queria tanto!
    beijos.

    Barbrinha

    Dri, obrigada por me avisar….ja arrumei, conseguiu ver?

    Beijos e fiquem com Deus

  4. 4 samira 25 de setembro de 2008 às 16:46

    Olha o que achei querida!! Um video no youtube com o primeiro poema: a hora da uniao. Se por acaso, vc nao chegou aver o trabalho da Leticia Sabatella, nesse video vc terá a oportunidade. Salamat

    Barbrinha

    Eu nunca tinha visto esse trabalho dela……eh realmente muito lindo…..muito obrigada…….

    Beijos e fiquem com Deus

  5. 5 samira 25 de setembro de 2008 às 17:05

    Também encontrei esse video. Aproveito a mando a poesia para todos lerem:


    Se vc gostar depois eu mando mais, o q nao falta aqui no meu pc é poesia arabe…rsss
    Bawses ya habibit

    Poesia Árabe-Estou Partindo
    Fica
    Se te interessa
    Através dos jardins, através dos pomares
    Estou partindo
    Meu dia sombria sem sua face
    Eis porquê me dirijo agora à chama brilhante no céu
    Minha alma corre à frente e diz:
    ‘O corpo é lento demais. Estou partindo.’
    Maçãs exalam no pomar de minha alma
    Se o perfume me invade me transporta para a colheita das maçãs
    Ventos súbitos não me desviarão
    Oh montanha de ferro, cada um de meus passos dirige-se ao amado
    Minha cabeça rompeu-se com a dor de sua perda
    Em busca de uma nova vida, cabeça erguida
    Estou partindo
    Sou fogo vivo mas pareço betume
    Quero ser óleo límpido em tua mão para depor este parto
    Pareço imóvel como a montanha, mas sigo pouco a pouco em direção à pequena fresta
    Estou chegando
    Tocaste a órbita do coração celeste
    Agora fica aqui
    Pudeste ver a lua nova
    Agora fica
    Sofreste em excesso por tua ignorância
    Carregaste teus trapos para um lado e para o outro
    Agora fica aqui
    Teu tempo acabou
    Escutaste tudo que se pode dizer sobre a beleza desse amante
    Fica aqui agora
    Juraste em teu coração que havia leite nesses seios
    Agora que provaste desse leite, fica.

    Barbrinha

    Que coisa mais linda Samira……manda mais sim….pleaseeeeeeee…….

    Beijos e fiquem com Deus

  6. 6 priscila e as meninas 25 de setembro de 2008 às 17:14

    estamos na reta final né?!!!!bjooooo

    Barbrinha

    Passou rapido neh?

    Beijos e fiquem com Deus

  7. 7 Taty 25 de setembro de 2008 às 18:15

    olá!!
    Sou a mais nova visitande de seu blog..
    Adoro dar uma passadinha por aqui..
    amo connhecer culturas diferentes..
    E quer saber.. as pessoas adoram falam mal do país dos outros sem conhecerem.. e é o nosso que está cada vez pior..
    Só se vê violência e mulheres nuas o tempo todo.. tá tudo perdido..:(
    mil bjs e fique com Deus..

    Barbrinha

    Taty,

    Seja sempre bem-vinda aqui, tome um chazinho com a gente e coma uns biscoitinhos de tamaras com a gente……

    Beijos e fiquem com Deus

  8. 8 Uma Brasileira nas Arábias... 25 de setembro de 2008 às 22:47

    Barbrinha,
    Esta Zain também é a telefônica do Egito?
    Legais os dois vídeos. Fiquei toda boba que consegui entender o shuaya no primeiro. Também foi só isso! Haha! Eu ainda chego lá um dia!🙂
    E a repórter falou ramadá? Será que não falaram com ela que é ã ou em Portugal fala á mesmo? Bjs.

    Barbrinha

    A Zain nao tem aqui nao Paty, tem a vodafone, a etisalat e mais uma que esqueci o nome……

    Em Portugal eles falam Ramadao, nao sei onde ela achou Ramadah….kkkkkk

    Se Deus quiser jaja vc estara falando….hehehehhe

    Beijos e fiquem com Deus

  9. 9 Mirella 26 de setembro de 2008 às 0:25

    Nossa… nem imagino.
    Alias… meio que imagino, mas bem de longe, pois nunca esqueço um ano que estava em Tampa, florida (trabalhando)… e o tempo estava todo bege, sabe? E saiu na CNN que a Florida estava sofrendo uma tempestade de areia vinda do Saara, acredita? Nunca imaginei que ela pudesse pegar uma corrente de ar e chegar aqui na America do Norte… coisa de doido! eheheh
    bjs

    Barbrinha

    Nossaaaaaaaaa…que coisa louca……..

    Eh assim mesmo, vc ve o dia bege….hehehhehe

    Beijos e fiquem com Deus

  10. 10 Irís 26 de setembro de 2008 às 2:08

    Assalamu Alaikum,

    veja que texto lindo.

    A BOA ESPOSA MUÇULMANA

    Quando nos casamos, não estamos só levando uma esposa, mas um mundo inteiro.
    De agora em diante, até o final de nossos dias, a esposa será nossa parceira, companheira e melhor amiga.
    Ela partilhará nossos momentos, nossos dias, nssos anos, nossas alegrias e tristezas, sucessos e fracassos, sonhos e receios.

    Quando estivermos doentes, será ela quem melhor cuidará de nós, quando precisarmos de ajuda, ela fará o máximo que puder por nós.
    Se tivermos um segredo, ela o guardará, se precisarmos de um conselho, ela será a melhor conselheira.
    Ela sempre estará conosco: pela manhã, ao acordar, a primeira coisa que nossos olhos verão serão os dela; durante o dia ela estará conosco e, se por um momento não estiver fisicamente, ela estará pensando em nós, orando com todo seu coração, espírito e alma; quando à noite formos dormir, a última coisa que nossos olhos verão serão os dela e quando estivermos dormindo ainda assim estaremos com ela em sonhos.
    Em resumo, ela será todo o nosso mundo e nós seremos todo o mundo dela.

    AMIN.

    BAuces

    Allah Ma’ak

    Barbrinha

    Aleikom Salam Iris,

    Esse texto eh realmente lindooooooooooo……

    Muito obrigada……

    Beijos e fiquem com Deus


Comments are currently closed.



setembro 2008
D S T Q Q S S
« ago   out »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Mudamos!

Pessoal, o site mudou para casa própria, mas tá tudo lá! É só substituir aí nos seus favoritos o www.barbrinha.wordpress.com por www.barbarasaleh.com!

Os comentários aqui estão fechados, mas o bate-papo continua lá na casa nova. Não deixe de me visitar e participar!

Te vejo lá! Beijos e fiquem com Deus.


%d blogueiros gostam disto: