O dote da mulher muculmana….

Leia em http://www.barbarasaleh.com/2008/11/03/o-dote-da-mulher-muculmana/

Anúncios

18 Responses to “O dote da mulher muculmana….”


  1. 1 Ciely 3 de novembro de 2008 às 18:57

    É faz sentindo..se um homem te ama ele irá te tratar como julgar certo , da melhor maneira que ele sabe e isso será da maneira como ele aprendeu…. e acho que isso tambem vale para o contrario . Se ele não te ama tambem irá te tratar como ele aprendeu a tratar uma mulher que ele julga não horada . Isso vale pra arabe ou não…. bousse e Allaah maik !

  2. 2 Ciça 3 de novembro de 2008 às 21:39

    Ma tu jura que tem mulher que se ofende em receber um dote??? Mana, diz pra ela doar ele pra mim, vai??? Eu nao fico nadinha ofendida!!!

  3. 3 Laura Mateus 3 de novembro de 2008 às 22:04

    Nossa eu realmente tava esperando vc falar sobre dote…huhu
    gostei de saber que vai ter dote…
    Tem um assunto que eu gostaria que vc falasse”É sobre como reagiu a tua familia quando vc foi pra o egito pra se casar,eles ficaram sabendo,aceitaram na boa,e na volta como foi”?
    Fico esperando os posts ai tah.
    Salam

  4. 4 Beth/Lilás 3 de novembro de 2008 às 23:07

    Ueba! Eu ia gostar também desse negócio e não ia desprezar de jeito maneira. hehehe

    E aquelas espertinhas que ficam noivas, ganham o dote e terminam o noivado? Depois partem para outro. Já viu rolar algo assim por aí?

    bjs cariocas

  5. 5 brenda 3 de novembro de 2008 às 23:58

    Estou passando aqui só pra dizaer que adorei o seu blog…. estou fazendo um trabalho para a faculdade sobre o islamismo e achei muita coisa legal! vou continuar passando sempre por aqui…. beijos! =**

  6. 6 Cris 4 de novembro de 2008 às 0:20

    Agora fiquei curiosa…isso é no caso de um casamento
    Islâmico, certo?
    E no caso de casamento Cristão? as regras são as mesmas??
    Beijos
    Cris

  7. 7 Uma Brasileira nas Arábias- Pat 4 de novembro de 2008 às 0:48

    Tô com a Ciça. Haha!
    Mas sério, cada cultura tem as suas características. Como Barbrinha disse, o que para nós pode ser ofensivo, pode não ser para elas e vice-versa. E saber lidar com estas diferenças é o grande pulo do gato. Diplomacia, simpatia e muita boa-vontade, pessoal… Haha! Bjs. 🙂

  8. 8 Lívia 4 de novembro de 2008 às 1:13

    Oi Habibi..tudo bom?
    Essas regras valem para casamento cristão também, ou você não sabe???

    Beijosss
    Ano que vem começo minha aula de árabe!!! yalla!!! =D

  9. 9 Bia Mendonça 4 de novembro de 2008 às 4:52

    E vc ganhou algum dote Barbrinha?? hehehe

    bjos

  10. 10 Cíntia 4 de novembro de 2008 às 14:24

    Nossa, que lega essa matéria do “dote”, como alguém pode se sentir ofendida em receber algum dinheiro no casamento, se isso se trata de uma tradição no país?
    Agora um arabe se torna bem espertinho, se ele não quiser fazer com uma mulher estrangeira, o que ele faz com uma árabe… ahahahhaha

    Mas, uma dúvida. Aí eles se casam com 1 mulher, ou várias?

    Adoro o seu cantinho!
    Beijos mil!

  11. 11 Fê França 4 de novembro de 2008 às 20:53

    Adorei saber do dote!!!!! Eu já ia perguntar isso hahahahaha

  12. 12 Fernanda 4 de novembro de 2008 às 21:06

    Muito legal Barbrinha! Eu ja tinha ouvido falar no dote, mas nao sabia exatamente como funcionava. E aliancas, eh comum usar ai? Como sao?

  13. 13 Uma Brasileira nas Arábias... - Paty 4 de novembro de 2008 às 23:42

    Ah, e esqueci de comentar. No casamento ocidental, tem as espertinhas que ganham um “dote” depois do casamento: o famoso golpe do baú. Haha! Bjs.

  14. 14 luciane 6 de novembro de 2008 às 3:52

    esse blog tá deixando muita brasileira encalhadinha com água na boca…….falando em dote então……é isso aí ”muguegada”isso que é sabedoriaaaaa……mistérios do egito…….bjão bárbara!!!!

  15. 15 luciane 6 de novembro de 2008 às 3:55

    só mais uma coisinha………..nos ensinamentos islâmicos tem uma parte que diz……Alaah nos ensinou que…..”o melhor entre os homens é aquele que trata bem a sua esposa”…………..continuarei pedindo a Alaah que toque o coração daqueles que não tem noção desse ensinamento…pedirei também pelo crescimento espiritual daquelas que são ”modernas” e se acham suficientemente independentes de seus esposos!!!!!! bjus a todos

  16. 16 Daniela 4 de dezembro de 2008 às 19:30

    Conheci seu blog hoje, mas já estou amando! Muitas coisas interessantes, já dei muitas risadas e aprendi muitas coisas, parabéns. Agora fiquei com muito mais vontade de comprar uma passagem só de ida rsrs

  17. 17 maria Ines Torres 20 de fevereiro de 2009 às 9:46

    Ola…conheci hoje seu blog por acaso..estou amando…adoro conhecer diferentes culturas..moro em Nova York e ja tive uma vizinha Egpcia,um amor de pessoa..Tammem ja aluguei um quarto na minha casa pra um Egpcio que estava fazendo pos-graduacao aqui….ele muito gente fina..fazia comidas deliciosas.
    Mas ele tinha uma namorada egpcia que dormia com ele direto e saiu aqui de casa porque alugaram um apart pra eles..Sao meus amigos ate hoje….
    Beijao

  18. 18 mariachiquinha 26 de fevereiro de 2009 às 3:06

    Segundo o islam, o dote não precisa ser necessariamente uma jóia, um carro…, pode ser até mesmo um versículo do Alcorão.
    Mas ok, eu confesso, adoraria ganhar uma lembracinha, singela, modesta de ouro! Inshallah


Comments are currently closed.



novembro 2008
D S T Q Q S S
« out   dez »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Mudamos!

Pessoal, o site mudou para casa própria, mas tá tudo lá! É só substituir aí nos seus favoritos o www.barbrinha.wordpress.com por www.barbarasaleh.com!

Os comentários aqui estão fechados, mas o bate-papo continua lá na casa nova. Não deixe de me visitar e participar!

Te vejo lá! Beijos e fiquem com Deus.


%d blogueiros gostam disto: